Dia-a-dia

Deve ser do aproximar do final do ano…

Vamos lá ao momento cliché do dia… Nunca tiveram aquele momento nas vossas vidas em que tiveram vontade de mudar o rumo? De dar uma volta de 180° nas vossas vidas, atirar tudo para trás das costas e seguir em direcção ao horizonte sem destino definido? Que romântica e que filosófica que eu estou, não é verdade?
Todos temos momentos assim nas nossas vidas e estes pensamentos a surgirem na minha cabeça, deve ser mesmo de nos estarmos a aproximar do final do ano. Há qualquer coisa no aproximar do 31 de Dezembro que nos faz entrar numa roda de resoluções que depois, quase sempre, acabam por cair em saco roto e apenas nos voltamos a lembrar delas passados quase 365 dias…
Estão a ver aquela inscrição no ginásio?  Ou aquela dieta maravilha que iam fazer e que, para isso, encheram a vossa despensa de produtos da Área Viva do Continente? (Não,  isto não é um post patrocinado…) E todas aquelas saídas e telefonemas que tinha imaginado há um ano fazer com os vossos amigos e que nunca aconteceram? Podia estar aqui o resto da noite e acho que não terminava a lista…
Não sei se tem a ver com o facto de ser mãe  (ou do interesse por Montessori e outras pedagogias alternativas), mas confesso que tenho dentro de mim a vontade de mudar muitas, muitas coisas. Temos momentos nas nossas vidas em que precisamos de um clique para passar ao nível seguinte. De uma mudança que nos leve mais além como pessoa. Ler sobre Montessori e sobre muitas outras áreas relacionadas com a parentalidade, tem operado em mim uma necessidade de mudança interior… Sinto que preciso de (re)aprender diversos aspectos da minha forma de ser para que possa ir mais além na minha forma de encarar as coisas boas e menos boas que me vão acontecendo, para ter a capacidade de viver de forma diferente a relação com os que me rodeiam e, acima de tudo, ser a melhor pessoa a quem o meu filho possa dar a mão e caminhar lado a lado. 
Nisto, entra também este cantinho aqui e aquilo que eu desejo para ele no ano que se aproxima rapidamente. Quero que seja construído de partilhas sinceras, de aprendizagens,  de evolução e de muito amor. Quero continuar a minha caminhada em Montessori gostaria mesmo de a poder levar a um outro nível. Esteja finalizada toda a imensa responsabilidade associada a estar a terminar um doutoramento e ao desejo de criar algo de inovador para que me possa dedicar a esta nova paixão que pincela, cada vez mais, a minha forma de estar. 
Tenho um sonho também de seguir uma vida mais simples, seguindo aquele velho lema do menos é mais… Poderei eu chegar ao nível de uma vida minimalista? Não sei… O que posso dizer é que, no meio de todas estas divagações que enchem a cabeça da Happy Mom descomplicada,  grande é o desejo de acreditar que posso mudar e, acima de tudo, que posso contribuir para a mudança de com quem comigo se cruza. 
Esta mudança,  grandemente mental e interior, é possível.  Quero acreditar que sim! Não,  está longe de ser uma resolução de ano novo que aqui escrevo… Trata-se de algo que venho a amadurecer a pouco e pouco para poder ir mais longe… E vou conseguir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *