Leituras da mãe

“Crianças felizes”: é possível ou apenas uma utopia?

criancas-felizes-magda-gomes-dias

Desde que nos tornamos pais, o que mais desejamos é que tenhamos crianças felizes em nossa casa. O mundo à nossa volta parece pedir-nos isso quase de forma constante. Crianças felizes, crianças felizes, crianças felizes. São aquelas duas palavras que saltam à nossa volta e que são capazes de testar a nossa resistência… Neste mundo da parentalidade, gosto de pensar que não existem receitas perfeitas nem fórmulas infalíveis. O nosso crescimento como pais e a nossa viagem é feita da nossa história e das nossas crenças e ninguém nos deve tentar impor a sua vontade. Amigos, família, educadores/professores… Não vivem em nossa casa. Podemos sempre receber os seus conselhos… Mas ouvir esses conselhos não significa que iremos aplicá-los de forma cega sem ouvirmos o que vai dentro de nós.

Como já devem ter lido por aqui, defendo que o nosso caminho na parentalidade deve ser feito de partilhas. Daquelas carregadas de boas energias, sem pressões ou imposições de quem nos rodeia. É importante conseguirmos manter a nossa essência enquanto somos pais e crescermos com os nossos filhos. Reconheço… Sou uma pessoa bem diferente daquela que engravidou em 2015… Mas isso não significa que me tenha limitado a absorver tudo de quem me rodeia. Ou de todos os livros sobre o tema que já li. Devemos ser livres de criarmos o nosso caminho, juntamente com o nosso companheiro, assimilando do mundo à nossa volta aquilo que nos faz sentido. Porque todos queremos crianças felizes em casa, não é verdade?

Querendo ler mais sobre este mundo maravilhoso da parentalidade e sobre a parentalidade positiva, escolhi este “Crianças felizes”, de Magda Gomes Dias, para as leituras de Janeiro. Vamos conhecer um pouco melhor este livro?

 

“Crianças felizes”: a parentalidade positiva da Mum’s the boss

O nome Magda Gomes Dias não deve ser desconhecido de vocês… A Magda é a Mum’s the boss, para além da criadora da Escola da Parentalidade e Educação Positivas, através da qual podemos adquirir um conjunto de certificações na área da parentalidade. A Magda tem vários livros na área da parentalidade mas este “Crianças felizes” é o primeiro que leio dela. Sobre este livro podemos ler na sinopse disponível da Wook:

Quantas vezes deixamos os nossos filhos na escola e vamos para o trabalho a pensar «por que é que temos sempre de nos aborrecer logo de manhã uns com os outros? Por que é que as coisas não correm bem?» Prometemos que quando os formos buscar, as coisas serão diferentes. Planeamos actividades para fazermos no final do dia, idealizamos os momentos que queremos viver, para depois esbarrarmos no cansaço deles [e no nosso] e é o «vira-o-disco-e-toca-o-mesmo». Zangamo-nos, gritamos, afastamo-nos e sentimos o nosso coração a ficar pequenino porque sabemos que não é nada daquilo que queremos… Mas há formas simples e práticas de dar a volta ao texto e de educarmos crianças resilientes, positivas e felizes, sem abdicar da autoridade, mas equilibrando tudo com mimo, empatia, carinho e amizade. Basta percebermos o porquê daquela birra que aparece vinda do nada, aprendermos a falar com os nossos filhos, tendo em conta não só o que dizemos, mas também como dizemos. Magda Gomes Dias, especialista em Coaching e Aconselhamento Parental, através de uma linguagem prática e directa, e recorrendo a exemplos do dia-a-dia e muitas sugestões, apresenta-nos um livro fundamental para desfrutarmos a 100% da relação com os nossos filhos. Porque se a relação parental for equilibrada, pacífica e saudável, sobrar-nos-á tempo para vivermos em conjunto a felicidade de sermos pais e filhos.

O livro da Magda está estruturado ao longo de cinco capítulos: “educação e parentalidade positiva”, “o que se passa na cabeça do seu filho?”, “criar filhos resilientes, positivos, felizes e com boa auto-estima”, “saber falar com o seu filho” e “quem manda aqui sou eu!”. Este livro segue uma óptica de nos mostrar o que nos espera em cada capítulo, ilustrar a mensagem que a Magda nos quer passar com exemplos práticos do dia-a-dia e termina cada capítulo com uma pequena reflexão que nos ajuda a estruturar melhor o que lemos. Mário Cordeiro, no seu prefácio a este livro, diz-nos que “ser mãe ou pai não é fácil, quando é requerida, a todos os níveis, a perfeição. Perfeitos enquanto progenitores, enquanto cônjuges, familiares, trabalhadores, cidadãos, amigos, pagadores de impostos… (p. 11)” finalizando dizendo que “se conseguirmos, entre cada capítulo ou subcapítulo, «parar para pensar», este livro terá cumprido a sua função: melhorar‑nos, tranquilizar‑‑nos e dar‑nos o enorme prazer de o ler (p. 13)”. Um livro que diz na capa que pretende ser um “guia para aperfeiçoar a autoridade dos pais e a auto-estima dos filhos” prometendo colocar o dedo na ferida quando é preciso para que consigamos acordar da azáfama do dia-a-dia e termos tempos de qualidade com os nossos filhos.

 

“Crianças felizes”: a minha visão sobre o livro

Desde que comecei a pesquisar sobre livros na área da parentalidade, houve dois nomes que saltaram logo à vista. O da Magda Gomes Dias, com a sua parentalidade positiva, e o de Mikaela Ovén, com a sua parentalidade consciente (podem ler a book review do livro da Mia, “Educar com Mindfulness” neste post). Ambas defendem uma abordagem que seja mais respeitadora da criança e das suas necessidades, impondo limites e promovendo o diálogo entre pais e filhos. Desviando um pouco o rumo da parentalidade autoritária que muitos de nós conhecemos enquanto filhos, Magda proporciona-nos um caminho de descoberta da parentalidade em que sejamos capazes de olhar para nós próprios, antes de olharmos para os nossos filhos.

Conforme escrevi na review deste livro no meu perfil do Goodreads, Magda comunica connosco, neste livro, através de uma linguagem assertiva, directa e simples despertando-nos para a importância dos pequenos detalhes do dia-a-dia. Muitas vezes pensamos que estes livros são para pais mas acho que não. Este livro “Crianças felizes” é adequado para ser lido por educadores e professores pois eles também possuem um importante papel na construção da auto-estima das nossas crianças. Sabemos que, cada vez mais, é importante que família e escola estejam alinhadas nos seus valores e forma de encarar o crescimento da criança, sendo importante alinharem-se também nas suas leituras. Por isso, recomendo esta leitura a todos os pais, educadores e professores que compreendam a importância de uma parentalidade positiva.

Compreendermos a importância de olharmos os nossos filhos, ouvi-los com atenção e promover o seu crescimento num ambiente seguro é fundamental. E este livro da Magda Gomes Dias consegue ser um excelente amigo para fazermos esse caminho! Mas, como já disse, não se deixem enganar pela capa onde se lê que este livro é um guia… Não é aqui que vão encontrar a solução perfeita para a felicidade dos vossos filhos. Essa solução está no vosso coração. A Magda apenas vai fazer subir os vossos níveis de consciência para as necessidades das crianças e dar-vos um olhar diferente sobre a realidade de todos os dias. Para crianças mais felizes!

 

Outros livros da Magda Gomes Dias

Berra-me baixo, Manuscrito Editora

Pára de chatear a tua irmã e deixa o teu irmão em paz, Manuscrito Editora

 

Sigam a Mom descomplicada no Facebook e no Instagram da Mom descomplicada e no Instagram das Leituras descomplicadas!
 Juntem-se ao grupo do Facebook “Leituras descomplicadas – Livros para miúdos e graúdos”!
Siga a Mom descomplicada
20

2 Comments

    • momdescomplicada

      Sermos mães é mesmo isto, não é? Termos constantes dúvidas e constantes certezas de que estamos a fazer bem… Sermos rodeadas sempre de tantas opiniões e nem sempre nos conseguirmos manter fiéis aquilo em que acreditamos… Também ninguém nos disse que este caminho de sermos mães iria ser fácil, não é verdade? 🙂 Quero acreditar que estamos a fazer as opções certas e que o nosso filho é feliz. Pelo menos, é a energia que nos transmite todos os dias 🙂 Beijinhos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *