Dia-a-dia

Guess who’s back!!

guess-whos-back

 

Guess who’s back?

Como é que já passou quase um mês desde que escrevi por aqui a última vez? Este mês de Novembro passou verdadeiramente a correr e já estamos quase a um mês do Natal. Foi um mês intenso de aprendizagem, de regresso ao trabalho e ao doutoramento em força. Pelo meio, houve lugar para aumentar um ano à minha idade e nem tive tempo de aqui vir.

Sim… Pode parecer um pouco egoísta da minha parte ter deixado de escrever com a regularidade com que vos estava a habituar… Se calhar, quis ter mais tempo para mim e para os meus durante este mês. Fui continuando a partilhar as nossas aventuras no Facebook e no Instagram. Confesso que a facilidade com que se conseguem partilhar fotos do nosso dia e pequenos pensamentos, acaba por tornar estes dois “locais” como mais fáceis para vos escrever. Escrever apenas porque sim… Porque está sol ou porque chove… Está longe de ser a minha forma de estar…

Gosto de escrever sobre momentos importantes, sobre peripécias e sobre coisas de que gosto. Alimentar um blog não é tarefa fácil. Requer dedicação, requer tempo e pede de nós tempo livre para que vos possamos oferecer algo de bom e que faça sentido. Quando os dias passam a ter mais horas de estar acordada do que de sono… E quando queremos privilegiar a família sobre tudo o resto… É normal que acabemos por deixar estes nossos cantinhos um pouco ao abandono… Não significando que perdemos o nosso carinho por quem nos segue de forma mais próxima e tem sempre uma palavra simpática para nós.

Como sabem… Este meu ano de 2018 esteve muito longe de ser o ano mais feliz da minha vida. Apesar de tudo, até acho que tenho conseguido reagir melhor do que esperava… Do que todos esperavam à minha volta. Tenho tentado focar-me em afectos e no amor que tenho à minha volta e vejo que isso tem resulto a estar bem. Ou, pelo menos, a não estar tão mal como poderia acontecer ou esperar-se… Gosto d vos escrever e não é à toa que tenho um blog desde 2005. Gosto das interacções que se criam e até amizades! Mas não gosto de escrever por obrigação ou a metro. Gosto de me identificar com o que escrevo e transmitir boias energias a quem está desse lado. Se assim não for, de que vale a pena ter um blog?

Hoje acordei com vontade de refletir e de vos escrever a dizer que estou bem. Continuo por aqui à distância de uma mensagem. Muito focada no mundo real e focada em terminar o meu doutoramento. Porque transmitir boas energias é, também, conseguir contribuir para a mudança e é isso que espero conseguir com a investigação que estou a fazer. Para que, de alguma forma, se possam reforçar os laços de comunicação e de consciência do mundo em que nos encontramos e para que possamos fazer deste mundo um lugar um pouco melhor.

 

Continuem desse lado… 🙂

 

Sigam a Mom descomplicada no Facebook e no Instagram!

Siga a Mom descomplicada
20

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *