Pensamentos

Os valores que saem de uma gruta na Tailândia

Nas últimas semanas, acompanhámos a história de 12 crianças e um treinador presos numa gruta na Tailândia. Uma gruta perdida na Tailândia pode ensinar-nos muito na óptica da parentalidade consciente. Mas como é isso possível?

Parentalidade consciente e a transmissão de valores

A parentalidade consciente diz-nos que devemos respeitar a criança e sermos conscientes quanto às suas necessidades. Mas seguir uma parentalidade assim é também explicarmos os acontecimentos do mundo às nossas crianças. Permitirmos que elas assimilem os valores que estão na nossa sociedade e que saem curiosamente de uma gruta na Tailândia. Para salvar estas doze crianças, e permitir-lhes serem adultos a contribuir para um mundo melhor, e o seu treinador, os esforços dirigiram-se para a Tailândia. À entrada daquela gruta concentraram-se mergulhadores tailandeses e de todo o mundo. Concentraram-se militares que, mesmo com o sacrifício da própria vida, nunca quiseram virar as costas. Porque acreditaram que aquelas vidas mereciam os seus esforços. Porque o sentimento de entrega e de abnegação falou mais alto e mostrou-nos que os heróis podem estar ao virar da esquina.

Quando focamos as nossas energias em outras equipas de futebol que andam pela Rússia… E em que achamos serem esses os heróis que o mundo precisa… Acho que devemos pensar como encarar a parentalidade e os valores que transmitimos aos nossos filhos. Eu gosto de futebol. Desde sempre. Mas não consigo passar ao meu filho a imagem de que estes profissionais, que recebem milhares e milhares por ano a correrem atrás de uma bola, podem ser os seus heróis. Não consigo explicar-lhe que milionários possam ser heróis quando nem sempre os valores que demonstram são os melhores…

Parentalidade consciente e os heróis de todos os dias

Importa explicar às nossas crianças que são estes os heróis que merecem o nosso apoio e a nossa gratidão. São estas pessoas, por todo o mundo, que sacrificam a sua vida em prol dos outros que devem ser os nossos heróis. São estas pessoas que, muitas vezes, não sabem se regressam a casa ao final do dia que devem ser os nossos heróis. Importa transmitir às nossas crianças que são estas crianças, estes militares, estes mergulhadores aqueles que devem ser reconhecidos como heróis. Muitas vezes a trabalhar de forma voluntária. Sem nunca ganharem ordenados milionários. Afastando-se das suas famílias vezes sem conta em prol da vida do próximo.

Uma parentalidade consciente é isto: explicar que os heróis das massas, que movem milhões, nem sempre são verdadeiros heróis. Importa explicar que a vida é mais do um esférico a rolar e que existem heróis anónimos a quem devemos ser gratos. Todos os dias! Também os temos por cá. E nem sempre são valorizados como merecem…

Cabe-nos a nós desmistificar a importância de determinadas profissões na nossa sociedade. Explicar às crianças que sacrificar a própria em vida em prol do próximo demonstra uma força humana enorme. É nestas pessoas que devemos ir buscar energias e aprendermos a ser mais resilientes. A bem de uma parentalidade consciente.

Sinto-me profundamente feliz e grata pelo salvamento destas crianças e do seu treinador. Os relatos que nos chegam mostram-nos uma força enorme nestas crianças. Uma força que muitos adultos não conseguem explicar. Grata pelo cordão de força em todo o mundo que se estabeleceu por eles. Que possam estar rapidamente de regresso às suas famílias e aos braços dos seus pais!

 

Siga a Mom descomplicada
20

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *