Pensamentos

Celebrar. Ser grata. Amar. Todos os dias!

Celebrar é algo que devemos fazer todos os dias. Sermos gratos também,. seja pelas coisas boas como pelo que podemos retirar das coisas menos boas. E amar! Esta deve ser palavra de ordem a todas as horas, nas suas mais diversas formas.

Falar de amor é algo normal em mim, sendo que até já escrevi sobre o que é isso do amor? Amar é apenas um dos melhores sentimentos que podemos ter para com quem nos rodeia. Quem me acompanha pelo Facebook ou pelo Instagram, sabe que ser lamechas faz parte de mim. Não é à toa que utilizo muitas vezes a hashtag #lamechiceabrotarportodososporos… Se antes de ser mãe já tinha lágrima fácil, depois de ser mãe isso aumentou exponencialmente!

Gosto de amar. Gosto de ser amada. Gosto de surpreender as pessoas que me rodeia, mesmo que seja com pequenos gestos. Gosto de brindar o meu filho e o meu marido com beijos todos os dias. Nem pensar em me despedir deles sem ser com um beijo. Gosto de abraçar. E de retribuir quando sou abraçada. Ser mãe e ser mulher é isto… E todas as outras formas possíveis de demonstrar amor!

Ser mãe e amar

Ser mãe modifica profundamente a nossa forma de ver a realidade. Muda a nossa forma de pensar. Consigo ver isso claramente no que tenho escrito aqui no blog, nos primeiros medos que agora não passam de nuvens num horizonte longínquo… Já escrevi sobre isto quando disse que na maternidade não existe nada de certo. A maternidade está submersa nos mais diversos clichés, daqueles que fugimos a sete pés mas que acabam por nos cair em cima, mais cedo ou mais tarde…

A maternidade ensina-nos a amar de forma diferente do que na relação com os outros. É um amor incondicional, puro, arrebatador como nunca sentimos. É a maternidade e a sua forma de amar que nos ensina a ter cuidado, a sermos prudentes e a arriscar menos. É a maternidade que nos ensina que a nossa melhor aliada no dia-a-dia é a resiliência.

Amar sendo mãe é um amor que não se consegue explicar. É amar em dias de sol e em dias de chuva. É amar mesmo quando não nos sentimos bonitas. E sentir a retribuição desse amor num pequeno olhar traquinas. É adorarmos sentar-nos no chão mesmo com a nossa melhor roupa sem nos importarmos! Amar sendo mãe é isto e muito mais!

Ser mulher e amar

Quando nos tornamos mães, não nos podemos esquecer da outra parte da nossa vida. Aquela que é responsável por sermos hoje mães. Ser mãe não pode significar deixarmos de ser mulheres e de nos esquecermos do homem que escolhemos para ser nosso companheiro de viagem.

Ser mulher depois de ser mãe é continuar a amar intensamente aquele que escolhemos para pai dos nossos filhos. É sermos capazes de lhe continuarmos a mostrar o melhor de nós para, quando surgir o pior, sermos capazes de suportar juntos. As relações são feitas de rotinas mas não podem cair na rotina. Para nosso bem e dos nossos filhos.

Celebro três anos ao lado do homem que escolhi para caminhar ao meu lado. São três anos que mudaram a minha forma de encarar a vida. É o melhor companheiro, o melhor amante, o melhor amigo e o melhor pai que o meu filho poderia ter.

Muitas vezes as palavras faltam para descrever este amor que tenho por ele. É esta forma de amar que me faz todos os dias querer ser melhor.

Obrigada por caminhares a meu lado ❤️

Para tornar este dia ainda mais doce, tive a ajuda da Sweet Bit Cake Shop que nos preparou os cupcakes mais amorosos! Obrigada pelo carinho!

cupcakes-sweetbit-cakeshop-amar

cupcakes-sweetbi-cakeshop-amar

cupcakes-sweetbit-cakeshop-amar

 

 

Siga a Mom descomplicada
20

2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *