Montessori

Vida prática: crescermos juntos fazendo!

Vida prática é sinónimo de autonomia e tempo de qualidade em família. Estas duas palavras juntas podem parecer estranhas para quem não conhece o universo Montessori. Ela está connosco todos os dias mesmo sem seguir Montessori à risca. Pequenos gestos diários podem desenvolver a autonomia e promover laços inquebráveis!

Vida prática: o que é?

A criança explora o mundo ao seu redor e tem uma curiosidade permanente. A sua aprendizagem inicial processa-se por imitação do adulto e dos seus gestos diários. As actividades de todos os dias, como fazer a higiene ou preparar o lanche, podem ter um significado diferente. O significado destas actividades no desenvolvimento da criança pode ser imenso!

A criança consegue ganhar controlo na coordenação dos movimentos e independência. Envolver a criança nas pequenas rotinas contribui para a sua autonomia e o seu ganho de confiança.  Divide-se em quatro tipos de actividades: preliminares, aplicadas, graça e cortesia e controlo de movimento.

As actividades preliminares incluem a aprendizagem dos movimentos básicos como o transporte de objectos. As actividades aplicadas focam-se no cuidado individual e manutenção do ambiente em que a criança se encontra. A graça e cortesia permite o desenvolvimento da interacção da criança com outras pessoas. O controlo do movimento permite refinar os movimentos da criança. Podem saber mais sobre vida prática no artigo Introduction to Practical Life do Montessori Primary Guide.

Vida prática e a Mom descomplicada

Este estímulo não é assunto novo no blog. Em Crescer, aprender… E imitar os adultos! escrevi sobre a evolução do meu filhote, agora com 22 meses. Vejo nele uma vontade imensa de fazer como nós. Estimulamos a autonomia dele diariamente e vejo agora uma imensa vontade de se vestir sozinho. Cozinhar é uma actividade de vida prática em que já vos falei neste post.

Arrumar os brinquedos do meu filho faz-me identificar um padrão nas nossas opções de pais. Os brinquedos de madeira existem por aqui como algo natural numa opção consciente de parentalidade. Existem também objectos que não sendo brinquedos na sua origem, servem para divertir o meu filhote. Falo de pequenas vassouras e pá e de um kit de jardinagem e de ferramentas. Explorar lojas tão conhecidas como a Ikea ou a Casa é encontrar imensas opções para pequenas actividades em família.

Aos 22 meses o que se pode fazer de vida prática?

O meu baby boy caminha a passos largos para os dois anos. Estimular a autonomia dele, o seu desenvolvimento e o seu crescimento sem pressa é o nosso objectivo como pais. Envolvê-lo nas nossas actividades de todos os dias arranca-lhe um sorriso e faz-nos sentir realizados.

Um dos meus blogs estrangeiros de referência sobre Montessori é o Montessori en Casa. Esta tabela de actividades dividida por idades é deste blog. Olho para ela e faço uma revisão do que vejo o meu filho fazer:

  • Tenta lavar as mãos;
  • Coloca a sua roupa suja no cesto;
  • Tenta pentear-se;
  • Tentar vestir e despir-se (a mais recente “aquisição” de interesses);
  • Adora limpar a água que entorna a beber;
  • Tenta lavar os dentes com a nossa ajuda;
  • Já sabe tirar os sapatos e tenta agora calçá-los;
  • Adora regar as plantas;
  • Ajuda a colocar roupa e loiça na máquina;
  • Ajuda a pôr a mesa, levando os objectos que não se partem.

A evolução da criança é mesmo isto. Aprender todos os dias. Acertar na maior parte deles. A evolução dos pais é também isto. Conseguir ter o desprendimento de os deixar fazer sem medos. Conseguir deixá-los explorar sem uma constante mão a impedir de ver o mundo. Crescermos enquanto adultos ao mesmo tempo que os nossos filhos.

Siga a Mom descomplicada
20

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *